Biografia

Joacine Katar Moreira

É deputada portuguesa, feminista negra interseccional e activista anti-racista. Nasceu na Guiné-Bissau em 1982, no seio de uma família guineense e cabo-verdiana, tendo imigrado para Portugal com 8 anos de idade. Dos 8 aos 15 anos viveu no colégio interno Casa Mãe do Gradil (Mafra), completando os estudos primários na Escola do Gradil e o 7º ano na atual Escola Secundária José Saramago (Malveira). Em Alverca junta-se à família e conclui o 12º ano na Escola Secundária Gago Coutinho, de onde segue para a universidade.

É licenciada em História Moderna e Contemporânea, mestre em Estudos do Desenvolvimento e doutorada em Estudos Africanos pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. As suas áreas de estudo e de intervenção são os Estudos do Desenvolvimento, Estudos de Género, violência, política e movimentos sociais. Possui vários artigos e obras publicadas, de que se destaca “Matchundandi: Género, Performance Violência Política na Guiné-Bissau” (Lisboa: Sistema Solar, 2020).

Mentora e fundadora do INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal, criado em 2018 para lutar contra a invisibilização e o silenciamento da mulher negra na sociedade portuguesa, tem participado ativamente no debate público sobre o Colonialismo e a Escravatura em Portugal.

Na Assembleia da República, enquanto Deputada não inscrita, integra a Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias e a Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território; a Subcomissão para a Igualdade e Não Discriminação e a Subcomissão para a Reinserção Social e Assuntos Prisionais; assim como os grupos de trabalho de Residência Alternada, Despenalização da Morte Medicamente Assistida, Voos Civis Noturnos e Acompanhamento Processo de Remoção do Amianto em Edifícios Públicos.

Habilitações Literárias:

– Doutoramento em Estudos Africanos, ISCTE
– Mestrado em Estudos do Desenvolvimento, Diversidades Locais e Desafios Mundiais – Análise e Gestão, ISCTE
– Licenciatura em História Moderna e Contemporânea, ISCTE

Publicações Relevantes:

– Matchundadi: género, performance e violência política na Guiné-Bissau (Lisboa: Sistema Solar, 2020)
– “Feminismo Negro e Afrocêntrico”, in Candaces: Gênero, Raça, Cultura e Sociedade. Construindo Redes na Diáspora Africana, ed. Cláudia Pacheco, Joana Núñez e Larissa Reis (Salvador: EDUNEB, 2019)
– “Performing Knowledge: the theory-in-praxis of Grada Kilomba”, in Challenging Memories and Rebuilding Identities: literary and artistic voices that undo the Lusophone Atlantic, ed. Margarida Rendeiro e Federica Lupati (Nova Iorque: Routledge, 2019) [com Inês Beleza Barreiros]
– “Fanadu Di Mindjer: o poder do corpo ou o corpo do poder?”, in Masculinidades e Feminilidades como Estratégias de Poder (Rio de Janeiro: Editora Multifoco, 2012) [com F. Fafali Koudawo]
– “Boas Práticas – Capital Humano: como (des)construir a cidadania?”, in Revista Migrações (Lisboa: ACIDI, 2012) [com Luis Mah]
– Storias di Mindjeris (Lisboa: Instituto Marquês de Valle Flôr, 2009)